09 De Julho De 2011

Viver uma verdadeira experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida.
Gostar é sentir com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele.


Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente.

Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles.



Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão. 

Cada um é o único responsável pelas suas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida Um Amor de Verdade

Comentários

  1. É, antes de amar outrem, amar a si próprio. Minha mãe sempre dizia que se eu quiser ser feliz, eu tenho que me fazer feliz e não esperar que outra pessoa venha e realize todos os meus sonhos.

    Blog sombrio, seguindo aqui.

    http://futuramuseologa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. bem freudiano o texo adorei
    tou seguindo
    bons textos parabéns
    http://meninos-cor-de-rosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. siguindo, segue tb?
    http://digitallifebr.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. o problema é depositar no outro a responsabilidade da nossa felicidade.
    somos livre e capazes de nos fazermos feliz...

    bons textos =)

    beijoss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Natal... Um Feliz Natal....

Vale a pena tentar ser melhor? Viver x Existir

....