Arco e Flecha da Lótus Escarlate "Guren No Yumiya"

Eles são a caça
E nós os caçadores!

Pobreza! Pobreza! Só há pobreza! Pobreza, mas nós somos os caçadores!
Pânico! Pânico! Só há pânico! Pânico, mas nós somos os caçadores!

Ninguém se lembra dos nomes das flores esmagadas
Pássaros caídos esperam o próximo vento para tentar novamente

Achou que tinha rezado, mas isso não irá adiantar de nada
Apenas aqueles que podem lutar podem mudar nosso mundo

Andando nos cadáveres, nós marchamos em frente, porcos rindo da nossa vontade de progresso
Vivendo com uma prosperidade falsa como gado, nós deveríamos agarrar nossa liberdade como lobos famintos!

Responda a humilhação com flechas de retaliação
No lado distante da muralha, a presa é morta pelo caçador
Como nossos corpos queimando de um transbordante desejo
“Uma flecha flamejante

Voa vindo do escarlate crepúsculo!"

Mas nós somos os caçadores!
Pânico! Pânico! Só há pânico! Pânico, mas nós somos os caçadores!

Pego meu arco, sigo minha presa, não vou deixá-la fugir
Armo meu arco, chego mais preto, não vou deixá-la fugir
Estendo o arco até seu limite, o fio quase arrebentando
E o solto, de novo e de novo, até que a presa dê o último suspiro

O que mata o alvo não são suas armas
Nem suas habilidades com elas
Mas sua própria vontade incessante de matar

Nós somos caçadores! Ferozes como fogo
Nós somos caçadores! Frios como o gelo
Nós somos caçadores! Ponha seu corpo e sua alma em sua flecha
Nós somos caçadores! Continue com coragem e destrua tudo!

Aqueles que tem esperança de mudar tudo
São aqueles que são capazes de sacrificar qualquer coisa
Se você foge de todos os riscos, como você espera atingir alguma coisa?

Suposições tolas... Elas não passam de fantasmas... Podemos agir agora, mesmo sem coragem
Os soldados da liberdade avançam... Apostando na ofensiva
Vitória aos escravos humilhados!

Toda essa força absurda dentro de nós é nossa vontade de vencer
Privado de seu horizonte, o garoto daquele dia, Eren, anseia pela liberdade
Com grande instinto assassino percorrendo seu corpo, ele leva luz à escuridão
Com sua flecha do submundo

Que voa no escarlate crepúsculo!

Somos caçadores!
Pânico! Pânico! Só há pânico! Pânico, mas nós somos os caçadores!
Pânico! Pânico! Só há pânico! Pânico, mas nós somos os caçadores!
Pânico! Pânico! Só há pânico! Somos caçadores!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Natal... Um Feliz Natal....

Vale a pena tentar ser melhor? Viver x Existir

....